Buscar
  • sermidiacomunicacao

Acomac Grande Curitiba realiza reuniões com autoridades e presta orientação a comerciantes associado

Pela primeira vez desde o início da pandemia, lojas de materiais de construção deixaram de ser consideradas atividades essenciais sem restrições.




Nas últimas semanas, intensificaram os decretos com medidas restritivas de controle à pandemia de coronavírus, que impactam o funcionamento das lojas de materiais de construção. Na capital, o decreto 600/2021, publicado no dia 19 de março, flexibilizou o funcionamento das lojas de materiais de construção nos formatos delivery e drive trhu, das 9 às 18h em todos os dias da semana. Ainda assim, em um ano de pandemia, é a primeira vez que o setor é impedido de ter lojas abertas, uma vez que conforme o Decreto Federal 10.344, publicado em maio de 2020, o comércio de materiais de construção é considerado serviço essencial.


Atenta a realidade do setor, a Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção da Grande Curitiba e Litoral (Acomac Grande Curitiba) tem buscado negociações junto às autoridades municipais para que as lojas do segmento voltem a ser consideradas serviço essencial e a trabalhar sem restrições.


A diretora executiva da Acomac Grande Curitiba, Patrícia Bernardi, detalhou a atuação da associação neste momento delicado para os proprietários e colaboradores de lojas Matcon. “Entendemos a gravidade da situação, concordamos que é preciso tomar determinadas medidas de enfrentamento, mas também observamos os desafios que muitos associados, em especial os pequenos empreendedores, enfrentam para se manterem abertos e atenderem as necessidades dos profissionais e consumidores”, explica.


Além da articulação com associações dos municípios e outras autoridades, desde o início da pandemia em 2020, a Acomac Grande Curitiba tem oferecido cursos de capacitação para vendas por canais digitais como Whatsapp e E-commerce, estimulando a comunicação por meio das redes sociais orientando sobre o uso e as vantagens para os negócios.


“A Acomac Curitiba acredita que para que o nosso segmento evolua cada vez mais, é necessário investir em aperfeiçoamento e capacitação de todos que fazem parte dele. Por isso, sempre oferecemos aos nossos associados a oportunidade de participar de cursos, treinamentos, palestras e eventos que geram parcerias e que agora são realizadas virtualmente”, afirma Patrícia Bernardi.


No que diz respeito aos cuidados com a saúde, a Acomac Grande Curitiba ressalta a importância dos cuidados com a higienização, o distanciamento social e o uso de máscaras no interior das lojas de materiais de construção, contando com o apoio das grandes indústrias que colocam seus produtos nos pontos de vendas. Além disso, a associação também possui convênio com laboratórios para a realização de testes de Covid-19.


“Estamos sempre lembrando aos nossos associados que eles devem adotar as medidas de prevenção para que a saúde de todos dentro das lojas seja preservada. Algumas das indústrias que são nossas parceiras, distribuíram aos comerciantes adesivos para a marcação de distância, álcool gel e máscaras para incentivar os cuidados”, conta Patrícia Bernardi.


Outro suporte para os associados neste momento de lockdown é a parceria com o Banco Santander, proporcionando taxas diferenciadas para cartões e uso de máquinas para pagamento, além de programas de apoio para crescimento da empresa.


“Nosso objetivo é colaborar com o crescimento dos nossos associados e mostrar para eles que a Acomac Grande Curitiba está sempre buscando as melhores soluções e que vale a pena ser um sócio”, finaliza Patrícia Bernardi.


A Acomac Curitiba conta, atualmente, com 200 comerciantes associados de pequeno a grande porte e está de portas abertas para todos que desejem fazer parte da Associação de Comerciantes de Materiais de Construção da Grande Curitiba e Litoral com o objetivo de colaborar com o crescimento do setor.

234 visualizações0 comentário