Buscar
  • sermidiacomunicacao

Acomac Grande Curitiba inicia parceria que proporciona aos associados redução de custo na energia

A partir de inscrição em programa da Congecom beneficiário tem economia de no mínimo 7%.


A Acomac Grande Curitiba firmou uma nova parceria com a Associação Comercial do Paraná (ACP) que vai beneficiar nossos associados com a redução de custo no consumo de energia elétrica, além de contribuir com o meio ambiente por meio do uso de energia.

A Associação Comercial do Paraná é parceira da Congecom, a primeira e maior cooperativa de geração de energia elétrica compartilhada do Brasil, formada por empresas que buscam por mais economia, sustentabilidade e responsabilidade socioambiental.

A união com uma das maiores cooperativas de energia renovável do Brasil, possibilitou que a ACP disponibilize o acesso aos benefícios tanto para empresas como para pessoas físicas. Ao se inscrever, a empresa passa a ter uma economia de no mínimo 7% no valor da sua energia, podendo chegar à média anual de 20% dependendo da bandeira tarifária, com custo zero de adesão.

Empresas que utilizam baixa tensão (110v/220v) e uma fatura mínima de R$ 500,00 ao mês estão aptas a serem beneficiadas, sendo o mesmo consumo mínimo para pessoas físicas.

Sobre a parceria com a Congecom, o Gerente de Novos Negócios da ACP, Manoel Adriano de Moraes, diz que o objetivo é fortalecer o associativismo, trazendo benefícios que possam ser usufruídos pelos comerciantes a curto prazo.

“É importante que o associado perceba que vale a pena fazer parte da associação, e que estamos trabalhando para contribuir com o desenvolvimento do setor. E isso acontece quando realizamos parcerias e participamos de programas com resultados rápidos”.

Na visão de Manoel Adriano de Moraes, a união com Acomac Grande Curitiba é uma excelente oportunidade de criar novos negócios e parcerias com os comerciantes de materiais de construção.

“A Acomac Curitiba tem abrangência em Curitiba, região metropolitana e litoral, resultando em um alcance significativo no segmento de materiais de construção que é um setor muito importante na sociedade e que tem grande potencial”.

Como funciona o programa de energia compartilhada

O sistema gera créditos de energia na fatura dos cooperados para serem abatidos do seu consumo de energia. Não há uma migração, ou seja, a segurança no abastecimento de energia permanece sendo fornecida pela concessionária. O modelo é regulado pela Resolução ANEEL 482/12 que permite produzir e compartilhar energia a partir de fontes renováveis: solar, eólica, biomassa térmica, biomassa biodigestor, fotovoltaica e hidroelétrica.

O contratante receberá duas faturas referentes a energia elétrica: uma da distribuidora contendo impostos, custos de iluminação pública e descritivos dos créditos de energia. A outra fatura é referente aos kWs creditados no mês.


Quanto Custa

Fazendo a inscrição por meio da parceria com a ACP, não há nenhuma cobrança de taxa de adesão ou fidelidade.

Quem pode aderir

Pessoas físicas ou jurídicas que utilizem baixa tensão (110/220w) com fatura mínima de R$ 500,00 ao mês. O programa está disponível para os estados do Paraná, Santa Catarina e alguns municípios do Rio Grande do Sul.

Como participar

Acesse o link https://is.gd/energia_acomac e preencha seu cadastro. Após a avaliação e aprovação, a redução começará em até 120 dias.

68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo